Correção Coletiva: como aprender com os erros

O processo de correção coletiva agrega muito à aprendizagem do aluno pois, no dia a dia, diante da rotina de exercícios, quando ele é conduzido a identificar os próprios erros, desenvolve uma capacidade maior de separar o que é de fato dificuldade daquilo que pode ser um mero erro de atenção. Quando o professor sinaliza simplesmente, o aluno corrige automaticamente. Quando o professor realiza a intervenção com o grupo, o aluno é treinado a desenvolver o olhar para o erro individual, que é diferente do erro do colega. Identificando seu próprio erro, fica mais fácil aprender com ele.

Essa ação se repete com as tarefas, atividades de sala, provas e revisões.

O professor aplica a prova, soma o valor das questões, dá a nota final e devolve a prova ao aluno. E depois? O processo não acaba aqui. No Colégio Iguatemy, acreditamos que é muito importante que os alunos possam rever as provas, ver onde erraram e trabalhar em cima dos equívocos. Quando o aluno faz a correção da avaliação, identifica suas dificuldades e também os erros cometidos por ansiedade, pressa ou falta de atenção.

Mas por que não conversar com cada aluno individualmente?

Simples: ao trabalhar as questões que ficaram incompletas ou erradas com toda a sala, o professor vai possibilitar que os estudantes criem um debate sobre o tema, trocando impressões entre eles e fortalecendo a interpretações das questões.

Mas é realmente possível aprender com os erros?

Sim! Ao rever onde e por que errou, o aluno ganha mais maturidade para os seus próprios estudos individuais, já que ele vai ganhar o hábito de rever os conteúdos e ter mais atenção na hora de interpretar os enunciados. Além disso, ele vê o seu repertório de vocabulário aumentado exponencialmente. Isso porque, além das provas e dos exercícios de correção coletiva, tudo é trabalhado ao longo de todo o ano nas aulas.

A correção coletiva contribui para o desenvolvimento da rotina de estudos, que é essencial dentro de um Sistema de Espiral Crescente de ensino. O aluno autocrítico diante dos próprios erros desenvolve mais habilidades para a ampliação da argumentação e melhora dos resultados.

Tags: Aulas Extras

Colégio Iguatemy